Já percebeu que a melhor maneira de estar “pronto para o verão”  é realmente estar com um bom nível de condicionamento físico?

Pensando em proporcionar um excelente nível de condicionamento físico para os seus praticantes, foi desenvolvido o CrossFit.Inc, que é um programa de aptidão física elaborado por Greg Glassman. O Programa CrossFit é praticado em mais de 4.400 academias filiadas (a maioria está localizada nos EUA e no Canadá), e é praticado por bombeiros, agências policiais e organizações militares, incluindo as Forças Canadenses, a SWAT e os Mariners. Além disso, existem muitas academias e instrutores que usam exercícios de estilo CrossFit em seus treinamentos, mas não são oficialmente afiliados. Portanto, você também pode praticar!

 

A preparação física do Crossfit engloba três conceitos

 

O primeiro conceito é baseado nas 10 capacidades ou aptidões físicas conhecidas pela sociedade mundial de fisiologistas do exercício, que podem ser melhoradas através de adaptações neurológicas e/ou orgânicas. São elas:

  • resistência cardiorrespiratória é
  • resistência muscular
  • força
  • potência
  • flexibilidade
  • velocidade
  • coordenação
  • agilidade
  • equilíbrio
  • precisão

Quanto mais competente em cada uma delas, melhor é seu condicionamento físico. Para isso, um bom programa de treinamento deve conter exercícios que desenvolva cada uma dessas aptidões físicas.

O segundo conceito é essencialmente a execução de qualquer atividade física de uma maneira aleatória, com o objetivo de poder fazer bem qualquer tipo de tarefa que a vida nos propõe. Seguindo essa ideia, o modelo de treinamento é baseado em movimentos funcionais e constantemente variados, pois a repetição de padrão de treinamento, tipo de exercício e padrão de movimento, leva o indivíduo a se adaptar, o que vai totalmente contra a ideia do “ready state” – estar preparado para qualquer evento a qualquer momento da sua vida diária.

Os movimentos são combinados com corrida, remo, pular corda, levantamento de peso, escalada, carregamento de objetos, halteres, kettlebells, bolas medicinais e muitos outros exercícios com o peso corporal.  A intensidade é essencial para obter resultados e é mensurável com trabalho/tempo. A intensidade do treino é muito alta e o tempo é mais curto.

O terceiro conceito engloba as três vias metabólicas que provém energia para qualquer tipo de ação física. Um condicionamento físico total deve então promover e desenvolver um treinamento executado em cada um dos três sistemas de energia, buscando o melhor efeito possível do equilíbrio entre elas.

 

A preparação física da CrossFit busca sempre desenvolver a mais ampla adaptação possível, sem se focar em apenas um aspecto da aptidão física, como por exemplo, a prática incessante de corridas de longa distância.

Independente da sua idade, condicionamento ou experiência, o tipo de treinamento é o mesmo, tanto para idosos com problemas de coração quanto para lutadores profissionais. A carga e a intensidade é que são adaptadas, mas o programa não muda.

A consequência desse treinamento todo é SAÚDE! Ao treinar para aprimorar o seu condicionamento físico, consequentemente está treinando para melhorar sua saúde e seu shape.

A CrossFit têm um slogan legal e bem geral: nossa especialidade é não sermos especializados. Sobrevivência, combate, muitos esportes e a vida, dependem desse tipo de condicionamento e em geral, segrega os especialistas. Então, devemos treinar para sermos o melhor possível nos mais variados tipos de proezas físicas, ao invés de irmos ao extremo em apenas uma ou duas aptidões físicas, como a força ou a resistência.

Você é preparado para  pedalar, correr, nadar e remar em curta, média ou longa duração, o que garante que você trabalhe em todas as vias metabólicas. Com uma boa alimentação e um bom programa de resultados, seu sucesso está garantido!

 

Exercícios comuns no CrossFit

 

Salto na caixa: A partir de uma posição de pé, saltar com os dois pés em cima de uma caixa/step e estender totalmente as pernas antes de voltar para o chão.

Burpee: A partir de uma posição de pé, queda em posição de flexão de braço e fazer uma flexão. Puxa as pernas para frente. Retornar para a posição de pé com um pequeno salto.

Pular corda: A variação mais comum em CrossFit no qual a corda deve fazer duas voltas por cada salto.

Joelhos a cotovelos: Pendurado em uma barra, a partir de uma posição estendida, levanta os joelhos até que eles façam contato com os cotovelos.

Pull-up: A partir de uma posição de suspensão com os braços esticados, puxa para cima até que o queixo fique sobre a barra. As variações incluem:

  • Estrita, em que não é permitido balançar;
  • Kipping, em que o impulso é usado para ajudar a completar o movimento;
  • Ponderada, em que um peso extra é pendurado;
  • Peito a barra, em que o ponto final do movimento é mais elevado e o tórax faz contato com a barra, e as pernas são usadas para ajudar a dar um impulso para cima;
  • Assistida, na qual uma banda elástica permite que o movimento seja completado com menos do que o peso corporal total.

Escalada na corda: Começando a partir do solo, sobe em uma corda e toca num ponto, a uma altura designada. Variações incluem nenhum pé e L-sentar, em que os pés são mantidos acima do nível do quadril, durante a subida.

 

Abaixo temos um vídeo demonstrando um treino CrossFit, confira!